logo
65 3251-1955 / 65 3251-2110

Secretaria Municipal de Agricultura promove ações de Educação Ambiental na 17ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo


Por Emerson Souza Miler

Secretaria Municipal de Agricultura promove ações de Educação Ambiental na 17ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Fomento Agropecuário, Industria e Comércio (SEFAICO) realizou em 18 de agosto a 17ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo no município de São José dos Quatro Marcos, cuja campanha traz como tema Responsabilidade para agir e conservar.

O Secretário Municipal de Agricultura Vagner Meira, destacou que o Dia Nacional do Campo Limpo foi criado com o objetivo de promover a educação ambiental da sociedade sobre a importância da devolução correta das embalagens vazias de defensivos agrícolas. A data é promovida nacionalmente pelo INPEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).

O Dia Nacional do Campo Limpo teve primeira edição em 2005, sendo comemorado anualmente no dia 18 de agosto, após ser instituído pela Lei Federal 11.657/2008.  A data faz parte das ações do Sistema Campo Limpo (SCL), que tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes, revendas e poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promoção de ações de educação ambiental.

A Secretaria de Agricultura realizará palestras sobre os temas em escolas municipais e estaduais, associações rurais, grupos informais e a divulgação e publicação de mensagens, vídeos e áudios, que estimule a reflexão sobre os riscos socioambientais do descarte irregular das embalagens de agrotóxicos.

Vale destacar que, nesse mesmo contexto, a Secretaria de Agricultura participou entre os dias 21 a 23 de julho da campanha de coleta itinerante de embalagens vazias de agrotóxicos, realizada no Parque de Exposições Manoel Paulino. A campanha foi organizada pelo INPEV, em parceria com Sindicato Rural e Lojas Agropecuária do município. 

O Brasil é líder na destinação correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração. De acordo com Lei nº 9.974/2000 e o Decreto nº 4.074/2002 os fabricadores e consumidores devem garantir a devolução das embalagens vazias dos agrotóxicos.