logo
65 3251-1955 / 65 3251-2110

Biblioteca Pública de Quatro Marcos adquire mais livros e mais prateleiras para atender os leitores do município


Por Assessoria de Comunicação

Biblioteca Pública de Quatro Marcos adquire mais livros e mais prateleiras para atender os leitores do município

A biblioteca pública municipal "Aneir Gonçalves Ferreira", de São José dos Quatro Marcos, adquiriu uma nova remessa de livros para o acervo de literatura e três novas e modernas prateleiras. O prefeito Professor Ronaldo Floreano e a vice-prefeita Cida Rezio estiveram no local avaliando o investimento feito pela administração em benefício dos leitores do município.

O projeto permanente de incentivo à leitura direta no livro visa atender a população em sua variada faixa etária, bem como ampliar multiplicadores de leitores. O resultado é tão positivo que Professor Ronaldo Floreano elogiou a parceria pela leitura realizada entre a biblioteca, o centro de dança Ballet Quatro Marcos e as escolas.

"Precisamos inserir cada vez mais as crianças e os adolescentes na literatura, porque acredito que o adulto terá mais clareza na leitura se ele foi assíduo leitor no passado. A leitura torna as pessoas melhores e faz a vida ser melhor conduzida", disse o prefeito parafraseando o escritor Ziraldo.

Ao serem informados que a biblioteca possui mais de 800 cadastros de famílias para pegar livros emprestados, o ponto de vista dos gestores é de que as crianças estão lendo mais, os adolescentes estão visitando mais a biblioteca. E esse público está instigando o gosto pela leitura também nos jovens e adultos.

A vice-prefeita Cida Rezio disse estar feliz com o avanço do projeto Livro e Leitura na Minha Casa, que visa incentivar a leitura direta no livro e não no computador. "Com este projeto, a ampliação do acervo se tornou mais uma conquista do próprio povo, que anseia por novos conhecimentos", disse.

Segundo o chefe municipal de Cultura, Luiz Carlos Bordin, o projeto tem por objetivo acirrar e estimular o gosto pela leitura no livro além de tornar a biblioteca um espaço cultural dinâmico e atrativo. "Ainda não é o que a população merece, mas o espaço já está aconchegante, enquanto lutamos por mais recursos e pela construção da sede própria".